30 NOV 2012
tags: orquídea

Onde comprar orquídeas com desconto

Quem é fã de orquídeas está sempre em busca de lugares mais em conta para comprar essas flores. De maneira geral, as floriculturas comuns são o pior local para encontrar preços baixos: no meio de tanta rosa, lírio, gérbera e flor-do-campo, orquídea acaba custando mais caro. Se vier numa daquelas embalagens lindas de presente, então, o preço médio de uma Cattleya híbrida fica em torno de R$ 50, desanimando quem quer começar ou aumentar a coleção. Para nossa sorte, existem muitos outros estabelecimentos com bons preços e uma variedade maior de espécies, onde as plantas são comercializadas por valores que você nem acredita serem de orquídeas. Vou citar aqui só os lugares onde já comprei e posso dizer com certeza, mas pesquise também os que ficam perto de sua casa.

Nos supermercados
A rede Pão de Açúcar comercializa Cattleyas por cerca de R$ 29,90 e Phalaenopsis ao custo médio de R$ 39,90. Se quiser fazer uma boa pechincha, leve com desconto as plantas que estão com flores murchas – logo, logo elas darão flores novamente. Também vale dar uma conferida em outras grandes redes como Carrefour, Sam’s Club, Extra, Futurama, Mambo, Natural da Terra e St. Marche, para citar os que eu mais frequento.

Em casas de material agrícola
Quem mora no interior certamente conhece aquela loja simples, quase sempre meio empoeirada, onde comprar sementes, enxadas, agrotóxicos e, dependendo do tamanho, até trator e outras máquinas agrícolas. Nem sempre esses lugares vendem orquídeas, mas lá você pode conhecer uma porção de produtores, além de encontrar preços em adubos, fungicidas, inseticidas e aditivos (que geralmente custam os olhos da cara nos orquidários). Para se ter uma ideia, um frasquinho de 100 gr de adubo de longa duração Osmocote custa uns R$ 30 num orquidário – ok, você vai ter de comprar o saco de 1 kg, mas ele vai sair por menos de R$ 60 na Qualifértil. E o Bokashi? O adubo orgânico que é vendido nas exposições de orquídeas como se fosse ouro em pó, em potinhos de 250 gr, custa R$ 6 o quilo na Cooperativa Agrícola Sul Brasil (11 3644-3189). E tem ainda muitos outros produtos legais, como Solan, Aminon, Orobor N1...

Nos pet shops
Em São Paulo, a concorrência entre dois pet shops gigantes – a Cobasi e o Pet Center Marginal – tem obrigado as duas empresas a variar a oferta de produtos, buscando outros atrativos para os donos de cães e gatos. Enquanto os dois disputam o título de maioral, você pode aproveitar os bons preços da área de jardinagem. Minha loja Cobasi preferida é a de Pinheiros (pela proximidade com o Ceasa), que recebe uma oferta bem grande de flores, inclusive orquídeas menos comuns, como a Ludisia discolor, que encontrei por lá na semana passada a R$ 22 o vaso bem entouceirado, já sem flor. Já o Pet Center Marginal faz tempo que não visito, merece uma conferida para ver se ainda estão por lá aquelas Phalaenopsis pintadas que mais parecem dálmatas.

Nas grandes lojas de material de construção
Você nem precisa pensar em reforma para ir até a Leroy Merlin mais perto de sua casa: todo mundo tem uma lâmpada queimada ou uma resistência de chuveiro para trocar. Bom, eu arranjo a desculpa que for para arrastar marido até lá, esquecê-lo no setor de ferramentas e escapulir para a área de jardinagem. Você ficaria doido se soubesse do montão de coisas bacanas que há nas grandes lojas de material de construção, além, claro, de orquídeas a bons preços. Foi lá que comprei um dos melhores borrifadores de todos os tempos (depois de aposentar aquele que quase me encharcou no vídeo, lembra?). Na C&C também há ofertas para o jardim, como carrinhos com rodinhas para enrolar e carregar o esguicho, telas plásticas de para estruturar uma touceira de Dendrobium loddigesii e substrato para orquídeas por preços bem decentes.

Nos garden shops
O mercado de jardinagem nunca esteve tão aquecido e prova disso é a proliferação de gardens shops. Esses lugares oferecem muito mais do que só plantas: há fontes, cercas bonitas, vasos vietnamitas, móveis para áreas externas, soluções para paisagistas e todos os que buscam um ambiente mais verde e bonito. Em São Paulo, meus preferidos são a MilPlantas, o Garden Sul e o Uemura Flores e Plantas.

Nas feiras livres e centrais de abastecimento
Não importa quantos habitantes tem, toda cidade que se preze é servida por uma feira livre. Nas de porte médio, há mercadões e, nas metrópoles, centrais de abastecimento que fornecem carnes frescas, alimentos recém colhidos, bugigangas para a casa e... plantas! Quanto maior sua cidade, maiores as chances de encontrar orquídeas nesses lugares. Muitas de minhas plantas vieram do Ceasa de São Paulo, mas também já comprei no Cadeg, no Rio de Janeiro. Nesses lugares, o segredo é reunir amigos para fazer as compras por atacado. Para se ter uma ideia, uma caixa com seis – SEIS! – vasos de Dendrobium pode sair por R$ 50 no Ceasa. Na Cadeg, comprei uma Phalaenopsis schilleriana, com lindas folhas pintadas, por R$ 23. Duas dicas finais: leve dinheiro vivo e exerça a arte da pechincha.

Em exposições de associações orquidófilas
São o melhor lugar onde comprar espécies exóticas ou mudas mais em conta de orquídeas premiadas. Toda cidade acaba sendo atendida por uma associação orquidófila, nem que seja da vizinhança. No Minhas Plantas, acompanhe a relação de eventos para saber onde há uma exposição perto de você. Se morar na capital paulista, não perca as feiras da Associação Orquidófila de São Paulo (AOSP), maior entidade do gênero no país – várias empresas montam barraquinhas por lá, vendendo, além de plantas, também vasos, adubos e substratos. Apesar de não muito barata, a formulação que a AOSP faz do Bokashi é uma das mais confiáveis do país. No começo do ano, também visitei a OrquidaRio, que acontece várias vezes por ano no Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Não bastasse o lugar ser um dos mais belos cartões-postais cariocas, a exposição é ótima e há muitas plantas a preços a partir de R$ 15. Foi lá que gravei os vídeos da série Vanda, que você pode conferir no TVerde.

Direto com o produtor
Adoro ir ao Orquidário Oriental, em Mogi das Cruzes (SP), que promove uma feira a cada entrada de estação (a de verão está logo aí!). Acho os preços bem honestos e tudo muito organizado: tem estacionamento, praça de alimentação, passeio de trator, feira de artesanato... um programão para fazer em família! Um terço das minhas orquídeas foi comprado lá. Também amo a lojinha do orquidário da Érica Shirozu, na Quinta do Marquês, no 57 km da Rodovia Castelo Branco, sentido São Paulo, a 30 minutos da capital. O espaço é pequeno, o orquidário não tem site, mas as plantas, ai, ai... que alegria. Érica consegue fazer o milagre de ter na loja uma Cattleya híbrida grandona e perfumada, uma Stanhoepa tigrina que vai arrancar suspiros e também vários "matinhos", para os fãs de micro-orquídea como eu saírem de lá cheios de novidades.

Em cursos para iniciantes
Quando eu cansei de matar orquídeas, resolvi fazer o curso para iniciantes oferecido pelo Orquidário da Mata, em São Paulo (SP). Quem ministra as aulas é o biólogo Augusto Abel Filho, que explica coisas bem complicadas de uma forma tão simples que você se pergunta "mas como não fiz nisso antes?". As aulas de cultivo são feitas para pequenos grupos e incluem uma apostila, onde há espaço também para tomar notas e, no meu caso, desenhar insetos, manchas e flores com problemas. Em eventos assim, há sempre uma área para a venda de orquídeas e a ajuda especializada, se não do professor, ao menos da equipe do orquidário. Aliás, você vai se encantar com o casal Creuza e Muller – não deixe de trocar umas palavras com eles, entendem tudo de orquídeas.

Pela internet
Muitos produtores têm sites, onde comercializam mudas e plantas adultas, com ou sem flor, despachando-as via sedex. Os sites incluem novidades em livros, adubos importados e substratos que você talvez tenha dificuldade de encontrar em sua cidade. A planta pode ir tanto com as raízes "nuas", completamente sem substrato, para que você a plante assim que a encomenda chegar, quanto num vaso plástico, com isopor e outras proteções que evitam danos no transporte. Pode parecer estranho comprar orquídea pela internet, mas, depois que você faz isso pela primeira vez e vê o cuidado com que a planta é embalada, acaba viciando. Aqui vão alguns orquidários onde já comprei: Vandário Mokara, Colibri Orquídeas, Aranda Orquídeas, Orquidário Paulista, Vico Orquídeas, Orquidário Imirim e Orquidário Morumby.

Categorias